São Felix de Valois – 20/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje são os anos de 1127 a 1212. Os piratas aterrorizavam o Mar Mediterrâneo, assaltando navios, e a Europa, atacando e invadindo cidades portuárias. Muitos desses piratas eram turcos muçulmanos, que se consideravam verdadeiros inimigos do cristianismo, por isso matavam, saqueavam e também prendiam os cristãos sobreviventes para servirem como escravos.

É também época de cruzadas. A Inglaterra se contrapõe a Roma. Na França surgem pessoas que vão se dedicar a libertar cristãos feitos prisioneiros por muçulmanos. Continue lendo “São Felix de Valois – 20/11”

São Roque González – 19/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje são os anos de 1570 a 1600, na América Latina, nas regiões próximas a Assunção, no Paraguai. Os primeiros colonos espanhóis chegaram ao Paraguai no começo do século 16. A cidade de Assunção, fundada em 15 de agosto de 1537, logo se tornou o centro de uma província nas colônias espanholas na América do Sul. Estamos, portanto, logo no inicio da chegada dos espanhóis à região.

Calcula-se que apenas a nação guarani fosse composta, nessa época, de cerca de 2 milhões de pessoas, distribuidas pelas regiões vizinhas de Bolivia, Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. O choque cultural e a exploração dos índios já se instalara. Mas a ternura divina também já preparara um nativo para cuidar e defender seus conterrâneos em terra paraguaias: o Santo Roque Gonzalez. Continue lendo “São Roque González – 19/11”

Dedicação da Basílica de São Pedro e São Paulo – 18/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Em 323 o imperador Constantino começou a construir a basílica de São Pedro, atendendo a apelos de sua mãe, Santa Helena. Ela foi construida no local onde São Pedro foi sepultado. Durante dois séculos foi preservada sua concepção original. Depois a construção foi se deteriorando.

As grandes basilicas foram construidas no periodo que vai de Constantino a Justiniano. A Basílica de São Paulo extra-muros localiza-se ao longo da Via Ostiense, próximo à margem esquerda do Tibre e a aproximadamente 2 km da Muralha Aureliana, saindo pela Porta São Paulo, resultando o nome: fora dos muros, extra-muro.

A dedicação da basilica de São Pedro foi feita pelo papa Silvestre, cujo pontificado ocorreu de 314 a 335. A basilica de São Paulo foi dedicada pelo papa Siricio, que pontificou de 384 a 399.  Continue lendo “Dedicação da Basílica de São Pedro e São Paulo – 18/11”

Santa Isabel da Hungria – 17/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje vai de 1207 a 1231. Entre as figuras marcantes que viveram nessa época citamos o papa Inocêncio III, São Domingos e São Francisco de Assis. Inocêncio III, por sua grande visão de Igreja e pelo apoio a Domingos e Francisco. Domingos e Francisco pela nova conotação da vida monástica, tornando-a plena de alegria pela oportunidade de vivenciar, mesmo na pobreza, a força misteriosa do evangelho. A obra franciscana abriu também para o mundo leigo a beleza da prática evangélica do serviço aos irmãos.

Nesse mudança de mentalidade surgiu na Turingia uma jovem santa que, vivendo apenas 24 anos, mostrou ao mundo como seguir o ideal de São Francisco. A virtude da pobreza sendo pregada justamente na Turíngia que, nessa época, foi um dos feudos mais ricos do Sacro Império Romano-Germânico. Continue lendo “Santa Isabel da Hungria – 17/11”

Santa Margarida da Escócia – 16/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje vai de 1046 a 1093. Surgiu nessa época o que ficou conhecido como Partido Renovador. Não se tratava de um grupo de defensores de novas idéias teológicas ou bíblicas. Era um grupo de bispos e clérigos que se encontravam incomodados com o fato de que os bispos eram nomeados por reis e príncipes.

O desejo deles foi que os nomes de candidatos fossem propostos pelos clérigos, para serem nomeados pelo papa. Já os clérigos deveriam ser nomeados para as paróquias pelos bispos. Em resumo, era separar os poderes temporais e eclesiásticos, cuja mistura estava trazendo sérios problemas, desviando a igreja de sua missão missionária e evangelizadora.

Enquanto as autoridades se debatiam nesses questionamentos, principalmente entre Roma e Alemanha, Deus fez surgir na Escócia um modelo de monarcas. O rei, atendendo aos apelos de sua rainha, se empenhou em usar sua força, seu prestigio e seus recursos de maneira cristã, em benefício de seus súditos. Continue lendo “Santa Margarida da Escócia – 16/11”

Santo Alberto Magno – 15/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje vai de 1206 a 1280. Em 1220, Francisco de Assis funda a Ordem dos Franciscanos. Nessa mesma época, os Monges Dominicanos são estabelecidos como uma ordem de ensino. Em 1271 Tomás de Aquino condensou a Teologia Escolástica em sua ‘Summa Theologica’, escrevendo: “Eu entendo para poder crer”.

As universidades descobrem a liberdade de pensamento. Santo Tomás de Aquino vai defender que a razão humana permite compreender a natureza, mas a construção desse pensamento precisa ser guiado pela fé, que engloba a razão.

Mas antes vai surgir um outro grande santo e pensador, para ser o mestre de Santo Tomás de Aquino. Continue lendo “Santo Alberto Magno – 15/11”

São Serapião – 14/11

CONTEXTO HISTÓRICO

A Igreja hoje presta homenagem a dois santos com o nome de Serapião. O primeiro viveu no contexto histórico dos séculos II e III do cristianismo. Os cristãos tiveram um breve período de tranquilidade, após intensas perseguições.

Mas no início do século III, Setímio Severo proibiu o batismo cristão. As escolas catequéticas foram duramente atingidas. Em Alexandria havia uma grande comunidade cristã, que foi perseguida, sofrendo prisões, flagelamentos e apedrejamentos.

O bispo Dionisio, escrevendo ao bispo de Antioquia, conta que “prenderam Serapião na própria casa, fizeram-no sofrer duros tormentos, romperam-lhe as juntas dos membros e o lançaram de um pavimento elevado, de cabeça para baixo.” Era o ano de 252.

Com o outro Santo Serapião de hoje, voltamos aos anos de 1179 a 1240. Época de cruzadas para libertar a terra santa da dominação muçulmana. São Serapião participou de algumas delas. Continue lendo “São Serapião – 14/11”

Santo Estanislau Kostka – 13/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje vai de 1550 a 1568. A reforma protestante se espalhou pela Europa. Discutiam-se temas teológicos associados às sagradas escrituras e à sociedade.

A Contra-Reforma defendeu o Catolicismo tradicional contra as idéias da Reforma Protestante. O Concílio de Trento, de 1545 a 1563, reafirmou a doutrina católica. A Ordem dos Jesuítas tornou-se a defensora da fe católica e começou a enviar missionários para todos os lados.

Alguns jovens se encantaram com esse trabalho missionário. Na Polônia nasceu um jovem nobre e aristocrático que ouviu e atendeu a esse apelo. Continue lendo “Santo Estanislau Kostka – 13/11”

São Josafá Kuncewics – 12/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje vai de 1580 a 1620. Mas, antes disso, no século X, a Rússia foi evangelizada por cristãos vindos de Constantinopla. Com isso, a igreja russa ficou vinculada à igreja oriental.

Em 1589, a igreja russa tornou-se independente, quando o metropolita de Moscou foi elevado à condiçao de Patriarca. Tendo a Rutênia passado do domínio russo para o polonês, um numeroso grupo de membros da igreja russa, em 1595, se juntou à Igreja Católica Apostólica Romana, conservando, porém a liturgia oriental de São João Crisóstomo. Eles foram chamados de Uniatas.

São Josafá, o nosso santo de hoje, fazia parte desse grupo. Continue lendo “São Josafá Kuncewics – 12/11”

São Martinho de Tours – 11/11

CONTEXTO HISTÓRICO

Nosso contexto histórico de hoje vai de 315 a 397.

No século IV aconteceram muitas transformações no mundo e na Igreja. O Cristianismo foi oficialmente declarado como a religião do estado, pelo imperador Teodósio, no ano 381 D.C. Igrejas foram erguidas em toda parte, passando a ser um bom negócio no mercado imobiliário. Grandes basílicas foram construídas em locais onde antes existiam templos pagãos.

Muitas pessoas se tornaram membros da Igreja. Tornar-se cristão não só deixara de ser um risco, mas poderia ser muito interessante do ponto de vista político e social. Mas uma pessoa importante irá se converter, mostrando para o mundo o verdadeiro sentido da conversão.  Continue lendo “São Martinho de Tours – 11/11”